English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Boletim de Setembro: Dia Nacional de Missões

Por Raimundo Campos


Segundo alguns pesquisadores, o Dia Nacional de Missões foi criado, na verdade, por um padre. Seu nome: Gaetano Maiello, nascido em 6 de fevereiro de 1929, em Bolzano, Itália. Mas foram os pentecostais, mais precisamente a Assembléia de Deus que, entre os protestantes,  iniciou no Brasil o Dia Nacional de Missões. A iniciativa visava não apenas fomentar a obra missionária entre os assembleianos, mas também fazer lembrar que a história das Assembleias de Deus no Brasil começa com Missões através dos fundadores da instituição, Gunnar Vingren e Daniel Berg.
Hoje, a maioria dos protestantes comemoram este dia no 2º Domingo do mês de Setembro e uma mobilização é feita em várias denominações e agências missionárias. 
Para a Semadesal, o Dia Nacional de Missões é uma oportunidade de aprofundar a conscientização missionária a muito trabalhada em nosso meio. É importante, portanto, que cada Coordenador e Secretário de Missões, mobilize seu Setor ou Congregação, unindo os fiéis em torno da causa missionária.
Neste mês, lembre aos nossos irmãos que missões não é um culto ou evento, deve ser o estilo de vida da Igreja e que, sustentar missionários, é viabilizar a realização de uma obra que nós não podemos fazer!
Para que este Dia Nacional de Missões seja comemorado devidamente é necessário:
1º Substituir a Euforia pela Responsabilidade: tenho visto em muitos igrejas uma completa euforia com conferências bem organizadas e templos muito bem ornamentados, sem falar nas lágrimas e depoimentos tocantes, mas não passa disso. Um dia após a tal conferência ou atividade missionária, todos parecem esquecer, ninguém toca mais no assunto e poucos são os que se aliançam com a causa. É preciso, portanto, substituir a euforia pela responsabilidade, a responsabilidade de assumir o missionário no campo, a responsabilidade de fazer Cristo conhecido.
2º É preciso entender que negligenciar missões é desprezar um mandamento bíblico, é não levar a sério as palavras de Jesus na Grande Comissão, é ignorar o estado das vidas que não conhecem Cristo, é virar as costas para o sofrimento do pecador sem Deus. A igreja não faz nenhum favor em contribuir com Missões, esta é a sua tarefa, foi para isso que ela foi chamada e não fazê-lo, é estar em pecado contra Deus!
3º Pastores e Líderes precisam ser os principais mobilizadores. Se a liderança não se envolver e não tiver um olhar bíblico sobre missões, dificilmente a Igreja compreenderá esta verdade. Como formadores de opinião que são, os pastores e líderes devem aproveitar para formar uma consciência missionária em suas igrejas para que seus ministérios experimentem um avivamento missionário.
4º É preciso tirar do papel os projetos missionários. Mais do que isso, é preciso abandonar o velho costume de fazermos promessas que não vamos cumprir, de anunciarmos planos mirabolantes! É preciso projetar de acordo com nossa capacidade e fazermos aquilo que sabemos que poderemos fazer. Quanto aos que nos parecem impossíveis, Deus fará acontecer.
5º Enfim, o Dia Nacional de Missões não deve ser visto apenas como um dia a ser comemorado, mas como uma mobilização verdadeira, uma manifestação apaixonante, o levantar da bandeira a pregação do Evangelho e a celebração da nossa maior responsabilidade.

Portanto, se envolva e envolva outros. Procure saber acerca dos nossos missionários, como eles estão, o que precisam e como nós da Semadesal estamos investindo sua oferta com nossos missionários: (71) 3241-2182/missaoadesal@hotmail.com.

Reunião de Agosto da Semadesal Teve Prestação de Contas e Testemunho Missionário

A reunião de quinta-feira, dia 07 de agosto, foi uma das mais marcantes deste ano para a Diretoria, Coordenadores e Secretários de Missões da Semadesal. Depois do louvor e da ministração da Palavra de Deus pelo Pr. Raimundo Campos, o Pr. Dário Gomes seguiu uma pauta que incluiu a apresentação dos Missionários na Base, Sugestão para o Culto de Missões de Agosto, Natal Missionário, chegada da Miss. Maria Helena, que não compareceu à reunião por se encontrar cansada da longa viagem da África para o Brasil, Prestação de Contas dos cinco primeiros meses de 2014 e a fala dos Missionários. A Miss. Deny (Guiné Bissau) está em Salvador para cuidar de problemas cardiológicos, falou do seu estado de saúde e do desejo de em breve retornar ao campo missionário. Já a Missionária Leidys (México), emocionou-se ao despedir-se; ela retornará ao campo Missionário. Falou também de como a Missionária Deny serviu-lhe de inspiração para sua chamada.
Antes do Miss. Osvaldo Honório falar, a irmã Marineia Almeida, também Diretora Semadesal, prestou contas dos cinco primeiros meses das entradas de ofertas missionárias e saídas. Durante o relatório, Marineia destacou que a fidelidade na prestação de contas por parte das congregações da Adesal favorece que os Missionários recebam em dia seus proventos. Informou também que muitas congregações precisam prestar contas em dia e que agora, a Semadesal tem suas contas auditadas por uma empresa de contabilidade. A transparência sempre foi uma marca na Semadesal e a proposta é que isto seja feito com mais frequência em períodos pré-estabelecidos.
A reunião não poderia terminar melhor. O Miss. Osvaldo Honório falou de sua experiência entre o Povo Felupe localizado ao norte de Guiné Bissau, às margens do Rio Cachéu. O Povo Felupe de Guiné Bissau, está espalhado entre 18 aldeias, num total de 47.000 habitantes. O Miss. Osvaldo foi enviado pela Missão
AMID, no ano 2000 e se estabeleceu sozinho em uma das aldeias quando ainda ninguém conhecia a Cristo. Ele falou de sua experiência com a grafação da língua nativa, a criação da gramática e o árduo trabalho de tradução do Evangelho de Lucas. 
Seu testemunho com as batalhas espirituais travadas naquela região, a salvação de feiticeiros e cidadãos felupes fez da reunião, uma noite missionária especial. O Missionário Osvaldo é Pastor credenciado pela Conframadeb (Convenção Fraternal dos Ministros das Igrejas Evangélicas Assembléia de Deus no Estado da Bahia), filho de Ilhéus e está sendo adotado como Missionário da Adesal e passa a ser sustentado pela sua Secretaria de Missões, Semadesal.
Para mais informações (71) 3241-2182, missaoadesal@hotmail.com ou Facebook.
Mais fotos veja aqui.

Grande Reunião Para Coordenadores e Secretários de Missões, Amanhã, Quinta-Feira, 07/08.

Miss. Maria Helena
A reunião que acontece mensalmente no 3º andar da Adesal Liberdade, terá neste mês de agosto, mais precisamente amanhã, dia 07, a presença ilustre da Missionária Maria Helena que chegou na madrugada da última segunda-feira de Guiné Bissau e do Missionário Osvaldo Honório. A Missionária Maria Helena compartilhará sua experiência em N'tchumbé, interior de Guiné Bissau nos últimos quatro anos. Já o Missionário Osvaldo, que também é Pastor da Conframadeb (Convenção Fraternal de Ministros da Assembléia de Deus no Estado da Bahia), falará de sua experiência entre o Povo Felupe, que fica também no interior de Guiné Bissau e de seu projeto auto sustentável para aquele povo.
A reunião terá ainda prestações de contas das entradas e saídas do 1º
Miss. Osvaldo
semestre deste ano, além de relatórios das atividades da Semadesal e de outros missionários no campo. Ofereceremos também um artigo sugestivo para o Culto de Missões no Dia dos Pais. Nenhum Coordenador e Secretário deve faltar. A Semadesal os espera no amor de Cristo.


Maiores informações:
(71) 3241-2182
missaoadesal@hotmail.com

Pastor Gildo, Missionário em Venezuela, Mostra Trabalho na Congregação de Hipódromo Sul










Missionária Maria Helena Recebida Pela Semadesal

Por Raimundo Campos


Já passava de uma hora da manhã da madrugada de segunda para terça-feira, dia 04/08, quando a Missionária Maria Helena desembarcou no Aeroporto Internacional Luis Eduardo Magalhães em Salvador. No espaço de espera do Aeroporto, Diretoria e Missionários da Semadesal aguardavam pela jovem que partira quatro anos antes para uma missão corajosa em N'tchumbé, interior de Guiné Bissau, na Costa Africana, onde dedicou-se a árdua tarefa de ensinar crianças guineenses na Escola Evangélica Emanuel do Instituto Bíblico da Igreja Evangélica da Guiné Bissau, além de envolver-se com diversos desafios, conforme postagem anterior neste Blog.
Maria Helena deverá ficar o resto de 2014 descansando em companhia da família enquanto cuida da saúde e se prepara para retornar em 2015. A Semadesal está comprometida com este tempo de restauração de nossa missionária e providenciará para que este período na Base seja de restauração, facilitando sua reentrada no ambiente da igreja e da família. 
Para proporcionar à Missionária um tempo de descanso e restauração de forças físicas, emocionais e espirituais, sua agenda só será aberta depois de um período que será divulgado pela Semadesal. Oremos pela Missionária Maria Helena para que este seja um tempo de benção para sua vida e para que o Espírito Santo lhe direcione nesta etapa de seu ministério.
Maiores informações: (71) 3241-2182 ou missaoadesal@hotmail.com ou ainda pelo Facebook.

Missionária Maria Helena Chega Hoje do Interior de Guiné Bissau e Fala do Tempo que Passou no Campo Missionário


Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos. Salmos 126:6

É com muita alegria que estarei indo para o Brasil levando comigo os resultados do que Deus realizou na minha vida no Instituto Bíblico da Igreja Evangélica da Guiné-Bissau em N’tchumbé, onde durante três anos vivi diversas experiências. No primeiro ano, dei aula na Escola Evangélica Emanuel, pela manhã ensinando 3ª classe e à tarde, Língua Portuguesa para 5ª e 6ª classe.
No segundo ano ensinei Português para 6ª classe, conclui o Curso de Bacharel em Teologia e participava de todos os trabalhos práticos no seminário como: evangelismo e saídas de missões, treinamento para os professores da Escola Emanuel e nas férias dei aulas de Inglês intensivo para iniciantes na cidade de Ingoré.
No terceiro ano pela manhã dava aulas no seminário de monografia, Português e Didática, à tarde era professora de Inglês para a 5ª classe e vice-diretora da Escola Emanuel. Trabalhei com moças dando treinamento para serem professoras, a outras ensinava a fazer doces para que pudessem ter condições de voltar a estudar, pois algumas são mães solteiras por isso, ainda é mais difícil estudar. Trenei uma menina de 12 anos, hoje ela é professora de 1ª classe estudava na 7ª classe a tarde e recebe salário de professora pois ela é muito inteligente. O ano letivo encerrou no dia 30 de junho de 2014; se Deus quiser, no ano letivo de 2015 estarei de volta a Guiné/ N’tchumbé.

Desafio de Oração
ü  Pela viagem de retorno ao Brasil em segurança e com a bagagem completa;
ü  Pelo tratamento e cirurgia que terei que me submeter;
ü  Pelo novo momento que viverei no Brasil.


Motivos para Louvar a Deus
ü  Ao Deus único digno de ser louvado e exaltado;
ü  Minha família tem orado por mim e me apóia;
Ø  A família Barbosa: Jair e Deny;
Ø  Pela compra da passagem para o Brasil;
Ø  Pelo bom tempo que tive na Guiné-Bissau;
Ø  Pela SEMADESAL que foi fiel com o meu sustento;
Ø  Pelo milagre que Deus fez, sai do Brasil com duas malas e o que me deu não cabe em poucas malas;
Ø  Apoio do Instituto Bíblico e das missionárias brasileiras que me ajudaram e me ensinaram o básico para viver bem entre os guineenses.


Missionária Maria Helena Oliveira dos Santos

Sugestão Para o Culto de Missões de Agosto na Adesal

Por Raimundo Campos


Sabemos que todo mês nossos Coordenadores e Secretários de Missões preocupam-se com o que apresentar no Culto Missionário. A preocupação é compreensível, pois a repetição pode criar um tédio que diminuirá a chama missionária e o desejo de contribuir com a obra de missões. Por isso, é preciso ser criativo e idéias não faltam. Para este mês de agosto, quando comemoramos o dia dos pais, aconselho que o tema esteja voltado para a Missão dos Pais. Sugiro um tema: "Pai, Seu Lar é Seu Primeiro Campo Missionário", que é também o tema do nosso Boletim de Agosto. A proposta deste tema está na postagem anterior. O convidado para este mês não precisa ser um missionário, e, se for, que seja pai.
No caso de não convidar um missionário, opte por um pai da Igreja, de bom testemunho na comunidade dos irmãos e na família, de preferência o próprio Pastor Local, e peça-o para falar no tema, mostrando à luz da Bíblia a responsabilidade dos pais em criar seus filhos no caminho em que devem andar e como devem lutar para que as almas de seus filhos sejam salvas, antes de ansiar pela salvação de outros.
Peça aos pais e aos Líderes e Regentes do Departamento Infantil que tragam as crianças trajadas de pai em suas várias profissões, como: carpinteiro, policial, professor, etc., e quatro crianças em destaque trajadas com a roupa de uma família missionária na África ou na Ásia, por exemplo. A criança que representar o pai deve ter facilidade para se expressar e falar um texto como se fosse o próprio missionário. 
Exemplo: se o missionário escolhido for o Missionário Toni, esposo da Missionária Rita Coelho que está em Gâmbia/África, traje-o com a roupa conforme a foto e peça-o para recitar o seguinte texto:
Miss. Toni - Gâmbia/África
"Olá, meu nome é Antonio Oliveira, mais conhecido como Toni. Esta é minha esposa, a Missionária Rita Coelho e estas duas lindas crianças são meus filhos: Ana Caroline e Asaf. Somos missionários a mais de 12 anos em Gâmbia, na África, onde enfrentamos as dificuldades de ser uma família em terras distantes. Meu trabalho na obra de Deus é treinar homens e mulheres para a Seara do Mestre, enviando-os a várias nações. Trabalho também com evangelismo e discipulado. Mas minha maior tarefa está aqui (aponta para a família) cuidar da minha família, ensinando aos meus filhos o caminho em que devem andar, mostrando a eles que o único Salvador é Jesus Cristo. Eu não posso descuidar desta tarefa, pois que adiantará ter ganhado o mundo inteiro e perder minha família? Orem por mim, meus filhos e minha esposa em Gâmbia, para que eu continue cumprindo minha tarefa de missionário, mas que antes de tudo, cumpra a minha tarefa de pai!"
No data show, mostre o slide dos Pais Missionários Semadesal (baixe aqui) ou baixe aqui as fotos do nosso
Facebook que você poderá revelar ou imprimir para criar um mural ou postá-las em alguns locais da igreja.
Peça aos grupos de louvor para preparar hinos alusivos ao Dia dos Pais. Durante o ofertório desafie os pais a pensarem em missões como pensam em seus filhos. Assim como desejam o melhor para os filhos que deem também o melhor para missões. Peça a eles que adotem missões como mais um filho.
Uma outra sugestão é durante o momento em que os grupos cantam, dois deles apresentar mais duas crianças trajadas de mais um dos nossos pais missionários. Sugerimos os Missionários Adamastor e Adailton Barbosa (fotos).
A participação do Departamento de Missões pode  encerrar com as crianças vestidas de pais cantando um hino para os pais e dando, cada uma a seu pai, um presente e dizendo a eles: "Papai, sou o seu primeiro campo missionário!"
Ótimo culto.
Mais informações: (71) 3241-2182
missaoadesal@hotmail.com


SEGUIDORES

PÁGINAS POPULARES

Loja de Colchões Contribui com Missões

Loja de Colchões Contribui com Missões
A Loja da Ortobom do Mercantil Rodrigues na Calçada, além de oferecer descontos especiais na compra de colchões, doa para missões um percentual em cima das vendas feitas a membros e congregados da Adesal. A oferta é entregue periodicamente na Semadesal. A parceria é graças à consciência missionária do irmão Moisés, gerente da loja. Portanto, se você é membro ou congrega na da Adesal e for comprar seu colchão, passe na Ortobom do Mercantil Rodrigues na Calçada, tenha descontos especiais e contribua com Missões.